Emelec

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

Tabela de conteúdo

Clube

Nome do Clube: Club Sport Emelec
Local: Guayaquil, Equador
Data de Fundação: 28 de Abril de 1929
Estádio: George Capwell
Mando: George Capwell
Site: http://www.emelec.com.ec/
Descrição: O americano George Capwell chegou a Guayaquil para ser superintendente da Empresa Elétrica do Equador em 1926. No final de abril de 1929, decidiu formar um clube de esportes, principalmente para a prática de Boxe e Basquete. Convocou uma assembléia e junto a outros esportistas, amigos e empregados da empresa, fundou o Club Sport Emelec, sigla formada para Empresa Eléctrica del Ecuador. Na verdade a história do Emelec começou antes de sua fundação oficial. Em 1925 já existia um Emelec, que jogava os campeonatos da União Desportiva Comercial de Guayaquil, criada em 1923. Aquele Emelec que era constituído por funcionários da Empresa Elétrica, serviu de inspiração para, quatro anos mais tarde, a fundação oficial do Club Sport Emelec. Manda seus jogos no seu estádio, o George Capwell, com capacidade para 24.000 torcedores. Disputa o clássico contra o Barcelona de Guayaquil, chamado de "Clásico del Astillero", o de maior rivalidade do país.


Estatísticas

Histórico

Geral

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Emelec 2 2 0 0 5 2 +2


Em Libertadores

Confronto Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
Palmeiras x Emelec 2 2 0 0 5 2 +2
Última Atualização: 12 de abril de 2010


Primeira Partida

No Equador

Emelec 1 x 3 Palmeiras
Juíz: José Joaquín Torres (COL)
Palmeiras: Velloso; Índio, Antônio Carlos, Tonhão e Roberto Carlos; Flávio Conceição, Amaral, Mancuso e Válber; Maurílio (Daniel Frasson) e Rivaldo. Técnico: Valdir Espinosa
Emelec : Espinosa; Danes Coronel, Iván Hurtado, Augusto Poroso e Luís Capurro; Kléber Fajardo, Maximo Tenorio, Jorge Vásquez e Ivo Ron (Eduardo Hurtado); Angel Fernández e Antônio Vidal González. Técnico: Carlos Torres Garcés
Gols: Roberto Carlos (32') do 1º tempo; Antônio Vidal González (06'), Rivaldo (14'), Roberto Carlos (34') do 2º tempo


No Brasil

Palmeiras 2 x 1 Emelec
Juíz: Júlio Matto (URU)
Público: 13.994
Renda: R$ 87.935,00
Palmeiras: Velloso; Índio, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos (Wagner); Mancuso, Amaral, Flávio Conceição e Paulo Isidoro; Edmundo e Rivaldo. Técnico: Valdir Espinosa
Emelec : Alex Ceballos; Danes Coronel, Iván Hurtado, Maximo Tenorio e Luís Capurro; Jorge Vásquez, Varduga, Ivo Ron e Jorginho (Angel Fernández); Antônio Vidal González e Eduardo Hurtado. Técnico: Juan Ramón Silva
Gols: Edmundo (42') do 1º tempo; Edmundo (02') e Eduardo Hurtado (35') do 2º tempo


Curiosidades

Maiores Goleadas

Não houveram goleadas.


Placares

Não houve repetição de placar.


Jogos

  1. 1995 - 3x1 - George Capwell, Guayaquil (EQU) - Libertadores, 1ª fase (10/03/1995) Gol Roberto Carlos (2), Rivaldo
  2. 1995 - 2x1 - Palestra Itália, São Paulo (BRA) - Libertadores, 1ª fase (28/03/1995) Gol Edmundo (2)


Artilheiros

  • Edmundo e Roberto Carlos (2 gols)
  • Rivaldo (1 gol)

Ferramentas pessoais