Taça Pedreira

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

História

Troféu oferecido ao vencedor da partida entre o Palmeiras e o Mogi-Mirim. A partida foi disputada de forma amistosa.


Mogi-Mirim 0 x 3 Palmeiras
Data: 13 de janeiro de 2002
Estádio: Venderei José Vicentini
Juíz: Robério Pereira Pires (SP)
Palmeiras: Marcos, Alexandre (Neto), Galeano (Thiago Matias), Leonardo (Fernando), Arce (Daniel), Magrão (Rodrigo Taddei), Claudecir (Thiago Gentil), Lopes (Paulo Assunção), Adalto (Misso), Juninho (Juliano), Leon Muñoz (Ricardo Boiadeiro) Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Mogi-Mirim: Mauro (Cristiano), Vladimir (João Batista), Chicão, Selmo, Risetti (Clayton), Mineiro (Édson Baiano), Zé Luiz (Marcelo), Válber, Clodoaldo (Jean), Salles, Ênio Técnico: Adílson Batista
Gols: Arce (41' pênalti) 1º t, Alexandre (4'), Ricardo Boiadeiro (28') 2º t


O Palmeiras ficou com a de posse do Taça Pedreira.

Ferramentas pessoais