Rua Regente Feijó

De Porcopedia - A Enciclopedia do Palmeiras

Rua Regente Feijó
Estádio da Rua Regente Feijó
Informações Gerais
Nome Estádio Roberto Gomes Pedrosa
Local Piracicaba, SP
Construção 1949
Inauguração
Situação Demolido
Proprietário XV de Piracicaba
Gramado Grama natural
Números
Capacidade
Público Recorde
Primeira Partida
Primeiro gol

O Estádio Roberto Gomes Pedrosa, conhecido com Estádio da Rua Regente Feijó, foi um estádio de futebol localizado em Piracicaba, estado de São Paulo. Ele foi construído com ajuda de torcedores do XV de Piracicaba, atendendo o pedido do prefeito Luiz Dias Gonzaga, para que a equipe pudesse disputar jogos da primeira divisão estadual.

O estádio por muitos anos recebeu jogos do XV e por ele pisaram vários craques como o rei Pelé. Anos mais tarde, o estádio foi demolido e hoje em dia o terreno abriga um hipermercado.


História

Vista interna

"Em 1949 – há 60 anos passados – acompanhei meu pai, nos meus então encantados 9 anos de idade, no imenso, no quase impossível desafio de, em poucos meses, o E.C.XV de Novembro construir um estádio conforme as exigências da Federação Paulista de Futebol. O XV tinha sido o primeiro campeão da Lei do Acesso, que levaria o nosso clube piracicabano a disputar o Campeonato Paulista de Futebol ao lado de gigantes como o Corinthians, o São Paulo, o Palmeiras, a Portuguesa Desportos, alguns outros.

Voltando à epopéia de 1949. Foi a máxima honraria esportiva. No pequenino e humilde estádio da Rua Regente Feijó – onde Roberto Dedini cometeu o estupro de transformar em supermercado, crime que nunca deixará de lhe pesar na alma – estava toda a também ainda pequenina Piracicaba.

O antigo Estádio do XV resultou de uma convocação geral. Ao entardecer, homens, mulheres, crianças, idosos iam ao humilde Estádio atendendo à convocação do Prefeito Luiz Dias Gonzaga: “construir", conforme a Federação exigia, o Estádio do XV. E construímo-lo, repetindo a mais desafiadora das leis, a de Winston Churchill, que venceu a guerra convocando o povo a lutar com “sangue, suor, lágrimas e trabalho.” O XV nasceu disso. E, ao se tornar “Nhô Quim”, em 1950, passou a ser a consagração de um povo, de uma história, de uma epopéia.

Ainda hoje, nas raras vezes que vou ao supermercado da Rua Regente Feijó – uma empresa que, visivelmente, se transforma em depósito – consigo ouvir gemidos e urros e prantos, gritos de alegria e de esperança, sentindo na pele suores e, no coração, palpitações agônicas. Vejo e sinto e me agonio com o XV da Rua Regente Feijó. E sei que, na maldição que Roberto Dedini atraiu para Piracicaba, no piso daquele supermercado, há o sangue, o suor, o sangue, o trabalho da gente piracicabana; o sangue e suor de Gatão, Ary, de Elias e Idiarte, de Pedro Cardoso e Armando, de Adolfinho, de Sato e Picolino, de Rabeca, de Pepino, de De Sordi, da nossa brava gente piracicabana."

  • Retirado da coluna de Cecílio Elias Netto, de 08/11/2009, do jornal A Província de Piracicaba.


Estatísticas

Todos os jogos e números do Palmeiras no estádio da Rua Regente Feijó.

Total:

Estádio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Vitórias
R.Regente Feijó 19 14 4 1 50 22 +13


Jogos contra o XV de Piracicaba:

  • 1964 - 4x1 - Campeonato Paulista (27/09/1964) Gol Tupãzinho (3), Servílio
  • 1963 - 3x1 - Campeonato Paulista (14/11/1963) Gol Vavá, Julinho Botelho, Servílio
  • 1962 - 2x1 - Campeonato Paulista (22/07/1962) Gol Geraldo II, Gildo
  • 1961 - 4x1 - Campeonato Paulista (27/08/1961) Gol Vavá, Geraldo II, Julinho Botelho, Zeola
  • 1960 - 2x2 - Campeonato Paulista (30/10/1960) Gol Chinesinho, Julinho Botelho
  • 1959 - 0x1 - Campeonato Paulista (11/10/1959)
  • 1958 - 2x2 - Campeonato Paulista (10/08/1958) Gol Nardo, Zequinha
  • 1956 - 4x1 - Campeonato Paulista (02/12/1956) Gol Colombo, Nestor, Nei Blanco, Ivan
  • 1956 - 3x1 - Amistoso (17/05/1956) Gol Elzo (2), Mazzola
  • 1955 - 6x0 - Campeonato Paulista (09/10/1955) Gol Humberto Tozzi (3), Jair Rosa Pinto, Rodrigues Tatu, Nei Blanco
  • 1954 - 3x1 - Campeonato Paulista (19/09/1954) Gol Jair Rosa Pinto (2), Nei Blanco
  • 1953 - 3x2 - Campeonato Paulista (20/12/1953) Gol Berto (2), Humberto Tozzi
  • 1952 - 2x2 - Campeonato Paulista (14/09/1952) Gol Jair Rosa Pinto, Amorim
  • 1952 - 1x1 - Amistoso (27/04/1952) Gol Odair
  • 1951 - 3x2 - Campeonato Paulista (16/12/1951) Gol Cilas, Rodrigues Tatu, Richard
  • 1950 - 2x1 - Campeonato Paulista (01/10/1950) Gol Oswaldo, Rodrigues Tatu
  • 1949 - 3x1 - Campeonato Paulista (10/07/1949) Gol Canhotinho, Harry, Bóvio
  • 1945 - 1x0 - Amistoso (15/11/1945) Gol Gengo
  • 1944 - 2x1 - Amistoso (15/11/1944) Gol González, Caxambu


Artilheiros

Gols
Artilheiro(s)
4 Humberto Tozzi
Jair Rosa Pinto
3 Julinho Botelho
Nei Blanco
Rodrigues Tatu
Tupãzinho
2 Berto
Elzo
Geraldo II
Servílio
Vavá

Ferramentas pessoais